Terceiro caso de febre amarela é confirmado em Casimiro de Abreu

A Secretaria Estadual de Saúde confirmou hoje o terceiro caso de febre amarela em  Casimiro de Abreu . Joaquim de Oliveira Santos, de 45 anos, foi transferido no fim de semana do Hospital Municipal Ângela Maria Simões, em Casimiro de Abreu, para o Instituto Estadual de Infectologia São Sebastião, localizado dentro do Hospital dos Servidores do Estado, na capital fluminense.

O paciente é tio de Watila Santos, pedreiro que morreu no último dia 11, vítima da doença. A outra vítima, Alessandro Valença Couto, de 37 anos, recebeu alta hoje de manhã do Hospital dos Servidores. A enteada de Watila, uma menina de 9 anos, permanece internada, sem previsão de alta. Ela foi transferida na sexta-feira (17) de Casimiro de Abreu para o Hospital Estadual Alberto Torres, em São Gonçalo, região metropolitana do Rio, depois de apresentar um quadro de dores abdominais. Mais três enteados do pedreiro, um menino de 8 anos e duas meninas de 6 e 11 anos, tiveram alta no fim de semana do Hospital Municipal Ângela Maria Simões.

Vacinação – A prefeitura de Casimiro de Abreu vacinou mais de 40 mil dos 42 mil moradores da cidade. Como a maior parte da população já foi vacinada contra a febre amarela, o hospital de campanha instalado na Praça Feliciano Sodré, na sede do município, encerrou o trabalho de vacinação no último sábado (18).

A partir das 8h. A partir da semana que vem, a prefeitura informou que será necessário apresentar cartão do Sistema Único de Saúde (SUS) e comprovante de residência para receber a vacina.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *